quarta-feira, 3 de outubro de 2012

Lewandowski e a lógica das chupetas.


Caso 1:

Uma mulher sai de um supermercado em Juiz de Fora (MG) levando dois vidros de óleo de amêndoas, um de hidratante, dois enxaguantes bucais e duas chupetas, sem pagar a conta!... Talvez porque o valor total tenha chegado a escorchantes R$ 160,00 - não se sabe a razão do calote.
Presa em flagrante, seu caso chegou ao STF, onde foi a julgamento na semana passada e cuja "segunda turma" concedeu-lhe a extinção da ação penal.
Segundo o noticiário, entre os que votaram a seu favor estava o ministro Joaquim Barbosa, alegando o princípio da insignificância - de fato, R$ 160,00 não mixaria num país em que milhares de dólares viajam em cuecas.
Entretanto, Entre os que defendem o rigor da lei para uma miudeza dessa ordem, destaca-se o ministro Ricardo Lewandowski, que votou pela condenação implacável da larápia.
Caso 2:
Trinta e sete políticos constituem-se numa sofisticada organização, por meio da qual drenam centenas de milhões de Reais de recursos públicos para o seu caixa particular e, com essa baba de dinheiro, compram partidos políticos e congressista corruptos para que estes apoiem e avalizem indiscriminadamente todas as ações de interesse particular de um certo mandatário da República, sendo processados pela PGR junto ao STF. 
Coerentemente Barbosa condena essas ações criminosas, uma vez que, por óbvio, as fabulosas quantias manipuladas neste caso não permite comparação com o calote das chupetas.
No entanto, paradoxalmente o Excelentíssimo Lewandowysk, via de regra, vem absolvendo esses réus. 

Daí, vêm as perguntas que não querem calar: O quê sustenta, de fato, as decisões desse Ministro? Será que o fato desses réus terem sido pegos com as bocas na botija em várias e várias ocasiões, banalizou o caso, a ponto de torná-lo menos relevante que o logro das chupetas?

Barbosa e Lewandowski confrontam diariamente seus votos quase sempre discrepantes, seja a respeito de corrupção passiva ou ativa, lavagem de dinheiro e formação de quadrilha! O primeiro, exibindo um lado humano e leniente, mas sempre condenando o crime ostensível; o segundo, embora aparentando ser inflexível na aplicação da dura lex, ultimamente, nem tanto!...

Segundo Ruy Castro, autor original dessa matéria (na Folha de São Paulo, AQUI), "o mensalão não deixa de ser uma espécie de chupeta".

quarta-feira, 26 de setembro de 2012

A criação do Homem, segundo a Teoria dos Antigos Astronautas.

Cada vez mais cientistas vêm aderindo à teoria segundo a qual o nosso Planeta vem sendo visitado por inteligências alienígenas superiores há milhares de anos. Essa ideia tem origem nas teorias apresentadas pelo cientista, astrobiólogo e astrônomo Carl Sagan, assim como nas teses do escritor e pesquisador suíço, Erich Von Daniken, autor do best seller "Eram os Deuses Astronautas" e vários outros cientistas de renome, como Neil DeGrasse Tyson.


Estes autores, assim como centenas de outros cientistas atuais, conhecidos como teóricos dos antigos astronautas, sustentam estudos, e pesquisas que revelam evidências de que seres extraterrestres não só têm nos visitado, mas também influenciaram decisivamente na evolução do nosso planeta ao longo de milhares de anos.

Um dos temas mais polêmicos defendidos por esses cientistas, diz respeito a investigações que mostram uma série de controvérsias relativas à criação do homem. Ou seja, trata-se da maior e mais ancestral das nossas dúvidas: De onde nós viemos? E a resposta defendida por eles é de deixar sociólogos, antropólogos, arqueólogos e sobretudo, teólogos, de cabelo em pé.

Segundo o entendimento desses especialistas, consolidado por meio de pesquisas arqueológicas e análises de dados antropológicos, a Teoria da Evolução das Espécies, de Charles Darwin, poderia ser aplicada a qualquer ser vivo do planeta, menos para os seres humanos. E, se analisarmos os argumentos, veremos que faz muito sentido! Vejam só:

A Teoria de Darwin sustenta que cada espécie evoluiu ao longo de milhões de anos, num processo denominado seleção natural, no qual os seres menos adaptados sucumbiriam, enquanto aqueles que conseguiram melhor se adaptar ao habitat continuaram evoluindo e se aperfeiçoando cada vez mais ao longo de milhares de gerações sucessivas.

Assim, todos os seres vivos teriam se desenvolvido a partir espécies simples, começando por animais unicelulares que, por meio da seleção natural evoluíram, se tornando em espécies mais complexas e mais complexas e, de acordo com cada habitat, teriam se constituído em peixes, depois anfíbios, répteis, aves e, por fim, em mamíferos.

Segundo esta teoria, os seres humanos teriam derivado de um espécie de mamífero denominada primata - a mesma espécie da qual descenderam também os macacos. E, como resultado da evolução da espécie, uma linhagem de primatas teria se desenvolvido mais, se transformando nos hominídeos que, por sua vez, evoluíram fisicamente e intelectualmente até se constituírem no Homo Sapiens, que migrou da África para o Continente europeu entre 50.000 e 30.000 anos atrás.

Daí, vêm os questionamentos e criticas apresentados por estes cientistas.

1) Se de fato foi assim, então porque os tubarões, jacarés e tartarugas, além de alguns vermes, que estão por aqui há mais de 250 milhões de anos, não se tornaram as espécies mais evoluídas e inteligentes da terra?
Ora, em comparação aos 100 mil anos de existência da espécie humana, os tubarões, por exemplo, teriam tido tempo suficiente para evoluir até atingir um estágio de equivalente à humanidade atual, fazerem suas viagens de avião, construírem bombas atômicas, se extinguirem e, em seguida, recomeçarem tudo como tubarões, perfazendo esse ciclo pelo menos 35 vezes! Entretanto, eles permanecem inalterados! Então, porquê para esses antigos animais a evolução não aconteceu, enquanto para o homem foi tão eficiente?

2) Nessa mesma linha, como explicar a explosão desenvolvimentista e cognitiva que fez com que o homem saísse da idade da pedra lascada e atingisse o atual estágio evolutivo, fazendo viagens espaciais, usando celular e energia atômica, em menos de 10.000 anos, um período de tempo ínfimo, se comparado à existência de outras espécies do Planeta? 

3) Pela lógica da Teoria de Darwin, as espécies mais adaptadas tenderiam a se proliferar mais. No entanto, embora tenham existido mais de vinte espécies de Hominídeos, porquê apenas uma dessas espécies, o Homo Sapiens, sobreviveu? Além disso, havia duas espécies de humanos modernos na Europa entre 50 e 30 mil anos atrás, ambos caçadores e predadores adaptados, providos de inteligência, capacidade cognitiva e linguagem - o Homo Sapiens e o  Homem de Neanderthal. No entanto, mesmo com todos os atributos para se adaptar por meio do processo de seleção natural, este último foi extinto. Porquê?

4) Porquê, dentre milhares ou milhões de espécies que foram contemporâneas do homem no processo evolutivo, nenhuma outra desenvolveu sequer vestígios de capacidade intelectual lógica e cognitiva e tampouco a fala? Nenhuma outra espécie do planeta tem qualquer vestígio do gene responsável pela fala, conhecido como Foxp2? Nenhum outro animal do planeta desenvolveu, nem sequer iniciou a formação embrionária desse gene. Isso prova que a habilidade humana de falar jamais poderia ser um resultado da evolução natural, tal como considera os fundamentos da Teoria de Darwin.

5) Todas as espécies de Hominídeos tinham o corpo totalmente coberto de pelos, embora vivessem na África, um dos continentes mais quentes da Terra. Se o Homo Sapiens derivou de alguma dessas espécies de Hominídeo, então porquê ele perdeu os pelos do corpo, justamente durante o período em que estaria se adaptando na Europa, um dos continentes mais frios do Planeta?
De acordo com a lógica da Teoria de Darwin, essa adaptação na Europa teria produzido efeito contrário, ou seja, mais pelos!...

6) Como explicar o tão falado elo perdido que, em tese, deveria estabelecer um vínculo entre as diversas espécies de Hominídeos e o Homo Sapiens moderno? Ora, entre estas duas espécies há um lapso de pelo menos 100 mil anos e uma distância de mais de 15.000 km, dos quais pelo menos 5.000 km são de deserto praticamente intransponível! Então, o que aconteceu ao longo desse período, que não restou sequer vestígios? E como teria a espécie de hominídeo original ter ido parar na Europa?

Daí vem a resposta destes teóricos: Segundo eles o Homo Sapiens deve ter sido produzido por meio de processos de manipulação genética, há cerca de 50.000 anos, na Europa, por inteligências extraterrestres.

...
Fontes:
Livro O Macaco Nu, de Desmond Morris
Série History Channel: Alienígenas do Passado - A Criação do Homem.

quarta-feira, 19 de setembro de 2012

(Falso Boato): Você sabe quando deve ligar o ar condicionado do seu carro?

Mais um falso boato sensacionalista se espalha pela Internet, pela ação de internautas incautos e pouco críticos que repassam indiscriminadamente às suas listas de email e amigos de sites de relacionamento e, assim, contribuindo involuntariamente para que piratas e hackers clonem os nossos e-mails e invadam nossas páginas pessoais nos sites de relacionamento.

Neste caso o falsário, autor da matéria, alega que o ar condicionado de veículos não pode ser acionado enquanto o veículo encontrar-se em alta velocidade! Porém, vejam a seguir como isso é despropositado e sem qualquer fundamento técnico.

Da mesma forma que em todos os hoaxes (termo em Inglês para "embustes" ou "pulhas" eletrônicos), o autor cita personagens abstratos e não identificados ("uma empresa especialista", "um gerente", etc...), além de revelar várias outras características típicas e mostrar que não tem muita noção do assunto – aparentemente não entende como funciona um sistema de ar condicionado, tampouco o motor de um veículo, supondo que ambos (motor do veículo e sistema de ar condicionado) são interdependentes, construídos na base do improviso e sem conhecimentos tecnológicos e de engenharia, o que é simplesmente absurdo.

Além disso, qualquer leigo que esteja um pouco mais atento durante a leitura perceberá que a mensagem não faz muito sentido. Pois vejamos alguns pontos:

1)    Se por acaso o sistema de ar condicionado provocasse tamanho efeito sobre o motor do carro, este efeito seria sentido justamente ao contrário do que supõe o autor da mensagem, ou seja, quanto maior a rotação do motor (velocidade mais alta), menor seria o efeito provocado pelo "start" do ar condicionado, uma vez que o "momento de rotação" (ou torque) do motor é maior quanto maior a rotação (energia cinética). Isso é obvio: quanto maior a rotação, mais difícil será impor restrições (ou parar) um motor.

2)    Nos veículos de transmissão automática, que são a esmagadora maioria dentre os que vêm com ar condicionado de fábrica, seria impossível adotar essa recomendação, uma vez que o motorista não tem acesso à embreagem. Nem por isso pode-se dizer que esses sistemas de ar condicionado não tenham sido projetados para funcionar bem. Pelo contrário, funcionam muito bem! Sobretudo porque esses sistemas dispõem de uma espécie de embreagem (compressor variável) que evita sobrecargas momentâneas no momento o "start" do ar condicionado;

3)    O autor ainda se esqueceu de que os sistemas de ar condicionado mais modernos (digitais) ligam e desligam os compressores automaticamente, comandados tão somente pelos termostatos. Então, note-se que o imaginário do autor da falácia é retrógrado e desprovido de conhecimentos básicos; 

4)    Os conhecimentos de redação e de regras de linguagem dessa mensagem são sofríveis. Mesmo que esse autor incógnito fosse um mecânico, ao se atrever a redigir algo sobre esse assunto, deveria ter melhor conhecimento.

Comprovando o que se deduz acima, recebemos a informação do meu colega Engenheiro Mecânico, especialista no assunto, Antônio Maria de Souza, que esclarece:

"Na minha atividade, visito os clientes DENSO e DELPHI, que são  grupos Japonês que fabricam 95% de todos os sistemas de Ar Condicionado veicular que são montados no Brasil.

O sistema de Ar condicionado veicular é o componente do veiculo que teve os maiores avanços tecnológico nos últimos 10 anos, o que permitiu a sua instalação em carros de 1000 cc e os Japoneses estão na vanguarda nesta tecnologia.

O sistema , e  dotado de válvulas de segurança, e bobinas que alimentam uma central eletrônica no carro, iniciando o funcionamento da mesma forma com o carro em ponto morto ou em regime de alto giro."



------------------------------------------------------------------------------------------

Vejam abaixo o inteiro teor da Falsa Mensagem:

DESTAQUE-SE: ISTO É FALSO


"Bom pessoal, estive em uma empresa especialista em arrefecimento (sistema de refrigeração do motor do carro) e ar condicionado.
Conversa vai, conversa vem, eis que o gerente da empresa me pergunta:
- Você sabe que você não pode ligar o ar condicionado do seu carro quando estiver em alta velocidade?

Respondi: - Não, não sei nada sobre isso...

Tendo questionado isso, ele ainda complementa:
- você não encontra essa recomendação no manual do veículo, nenhum vendedor de automóvel lhe orienta sobre isso, talvez nem saibam, mas você não deve ligar oar condicionado do carro quando estiver em alta velocidade.

Eu, surpreso, o interrogo:
- mas por que?!?!?!

Responde ele:
- veja bem, o compressor possui um recurso de acionamento muito similar a uma embreagem de um carro. Quando você aperta o botão do ar condicionado, essa "embreagem" aciona o compressor do ar condicionado instaneamente. Se você estiver com o seu carro em 3.000 ou 4.000 rpms, você irá dar um "tranco" violento no sistema e isso poderá danificar o compressor.

Bom, nesse momento fiquei estasiado e um pouco incrédulo. Percebendo minha surpresa com a informação e também com a minha curiosidade, ele foi ao estoque da empresa e pegou um compressor de ar, exatamente igual ao que é usado  no meu carro, e me mostrou com precisão o que ocorre quando a gente aciona o ar condicionado.

Fiquei impressionado ao ver o sistema do compressor, como ele funciona e como é o acionamento do mesmo. Realmente, se você ligar o ar condicionado com alto giro no motor, o sistema todo será submetido a uma arrancada violenta, o que pode causar o dano ao sistema.

Imagine o compressor parado, e o motor funcionando a 3.000 rpm, e você inicia o ar. Ele é tirado do estado estacionário em um instante, e passa a funcionar na velocidade do giro do motor!!! É aí que está o grande problema.

Questionei, então:
- que devo fazer para ligar o ar condicionado se eu estiver em uma auto estrada e o calor estiver insuportável, paro o carro e ligo o ar?

Ele recomendou que, se estiver em uma auto estrada ou em qualquer condição, onde o motor estiver em alto giro, para iniciar o ar condicionado deve-se colocar o carro em "ponto morto", para o giro cair e, aí sim, iniciar o ar condicionado.
Dessa maneira você consegue preservar o equipamento de ar condicionado e melhorar sua longevidade.

Interessante não? Vivendo e aprendendo.

Espero que a informação te seja útil!"

--------

Veja Mais sobre Hoax Clicando AQUI.

TAGS:  hoax hoaxes falso falsos boato boatos pulha pulhas embuste

quarta-feira, 5 de setembro de 2012

Hoax e Pulhas Eletrônicas: Cinco informações que não querem que você saiba

A mensagem em questão já circula pela Internet há alguns anos, mas ainda continua seduzindo incautos a repassá-la adiante, acreditando se tratar de um achado!

Grosso modo, apresenta cinco supostas soluções fantásticas - todos sem consistência efetiva - conforme vefemos:


1.    Envio de Certidões pela Internet – Cartório Eletrônico;
2.    Auxilio a Lista Telefônica: Ao invés de usar o 102, use
       o número 08002800102;
3.    Anúncio de tratamento infalível e milagroso para calvície;
4.    Conversão de multas de trânsito em advertência;
5.    Gratuidade na emissão de 2ª de documentos roubados.


Porém, não se entusiasme!..

Assim como centenas de outras mensagens caracterizadas por esse tipo de apelo sensacionalista, esta também não passa de mais uma pegadinha (embuste ou pulha eletrônica, conhecidas como hoax em Inglês), que são boatos criados e usados por hackers e piratas da Internet com o propósito de seduzir as pessoas a repassarem indefinidamente a mensagem para que, ao recapturarem de volta a mesma mensagem contendo centenas ou até milhares de endereços de e-mails, os recolhem para serem vendidos aos spammers.

Da mesma forma, quando essas mensagens são "Curtidas" ou "Compartilhadas" nas redes sociais, tais como Facebook, permitem a esses piratas clonarem as páginas de quem o fizer.

Vejam só como as informações nãp procedem:

1) O primeiro serviço (Cartório 24 Horas - www.cartorio24horas.com.br/) embora tenha sido uma inciativa bem intencionada, não vingou. Alguns cartórios isolados ainda insistem em manter o serviços, mas a grande maioria não implantou e comenta-se que o sistema tem muitas falhas e, por isso, continua sendo algo muito precário. Portanto, não é lá essas coisas.

No resto, a mensagem toda é pura fantasia, veja:

2) O Auxilio à lista pelo 08002800102 é privativo de poucas localidades. Embora essa história seja bem antiga, até hoje não descobri onde de fato funciona. Mas sei que em Brasília, Rio de Janeiro e interior de Minas não funciona. Além disso, parece que esse serviço estaria sendo desativado, pois era uma inciativa privada que não encontrou patrocínio e também não despertou interesse da população.

3) Quanto ao tópico seguinte, que traz o anúncio de um produto milagroso contra queda de cabelo, é super manjado, né! Nem vale a pena comentar, uma vez que centenas de empresas investem milhões em pesquisas há séculos, sem que jamais tenha sido encontrado soluções milagrosas! É obvio que se alguém conseguisse essa façanha, ficaria milionário e famoso da noite para o dia. 

4) A conversão da multa de trânsito em advertência, embora seja uma exigência legal  (artigo 267 do Código de Trânsito Brasileiro), não está sendo acatado pela maioria dos Detran do país. Alguns até recebem o requerimento, mas depois o ignoram. Conheço um caso no qual a pessoa multada insistiu nesse requerimento, recorreu administrativamente, mas de nada adiantou e a multa caiu na dívida ativa causando enorme transtornos ao requerente, que não teve alternativa senão pagar com acréscimos e tudo o mais...

5) A mencionada Lei 3.051/98 que supostamente dá gratuidade para emissão de segunda via de alguns documentos, no caso de terem sido roubados ou furtados, é uma Lei estadual, restrita ao estado do Rio de Janeiro, que lamentavelmente não saiu do papel. Portanto, não se aplica nem no próprio estado do Rio.

Leia mais sobre Hoax (Embustes ou Pulhas Eletrônicas) AQUI.

segunda-feira, 4 de junho de 2012

O Homem Na Lua [Questionamentos e Dúvidas]

Durante 40 anos eu acreditei na façanha dos voos tripulados à Lua. Nunca havia cogitado qualquer suspeita, tampouco me detido sobre o assunto pra averiguar. Porém, por ocasião da comemoração de 40 anos do pouso da Apolo 11 na Lua, em Junho de 2009, assistindo alguns documentários, inclusive com depoimentos dos próprios astronautas protagonistas, me deparei com tantas inconsistências técnicas e tantos fatos nitidamente fantasiosos que não pude deixar de suspeitar! A partir daí me dediquei a analisar melhor os fatos e hoje não tenho a menor dúvida de que se tratou de uma fraude.

Além das muitas evidências verificadas nos próprios documentários e das pesquisas realizadas na Internet - onde se encontra diversas produções patrocinadas pela própria NASA tentando combater as denúncias de fraude que, ao invés de surtir efeito, acabam por reforçar ainda mais as suspeitas - tive também como uma das principais fontes de pesquisa o trabalho do pesquisador André Basílio, autor do livro "A Fraude do Século", cujo resumo encontra-se publicado AQUI (Clique e veja).

Uma importante fonte de pesquisa, reveladora da maioria das inconsistências é a própria foto divulgada pela NASA, que pode ser baixada em alta definição clicando AQUI. Observe-a bem e veja as considerações que faço em seguida, de modo a formar suas próprias convicções.

1)     Embora eu não seja um especialista em aerodinâmica, não posso crer que esse equipamento possa voar, sobretudo porque o mesmo não tem qualquer simetria.

2)    As máquinas fotográficas existentes em 1969, equipadas com filmes que foram desenvolvidas para registrar os efeitos da luz difusa da nossa atmosfera, seguramente não seriam capazes de fazer essa foto contra o sol, uma vez que o sol na superfície da lua é várias vezes mais intenso do que na Terra, com um nível de radiação infinitamente superior, devido à ausência de atmosfera que, aqui na Terra, age como um poderoso filtro atenuante. Veja a sequência de fotos comparativas abaixo e tire suas conclusões.
---
---

3)    O material predominante na constituição dessa suposta nave espacial tem a aparência nítida de que se trata de papel celofane brilhante e pano preto fosco? (Amplie a foto original e confira).

4)    A placa "UNITED STATES" é impressa numa folha de papel, aparentemente improvisada, e parece estar (mal) colada com fita adesiva (durex), já meio amarelada, sobre uma superfície amorfa (aparentemente tecido). Ressalte-se que a fita adesiva jamais se sustentaria num ambiente com vácuo absoluto e umidade zero, que altera temperaturas de  200º C negativos e mais 80º C positivos em questão de minutos.

5)    Também a outra inscrição pequena sobre uma tira de papel branco, localizada abaixo da placa "United States", assim como as bordas dessa espécie de saia alaranjada brilhante, da mesma forma está colada com durex.

6)    Conforme mostra a foto do item 3 acima, o sol está do lado oposto do "Módulo Lunar" e não há difusão da lua na atmosfera (inexistente na Lua), ou qualquer anteparo que reflita a luz atrás do fotógrafo, tampouco utilizou-se de flash para a realização da foto, conforme afirmaram os técnicos da NASA, então como é que o lado anterior está todo iluminado, como se houvesse um holofote por trás do fotógrafo?

7)    O tripé que aprece em destaque à direita da foto está apenas apoiado com o canto do tubo (solto) sobre uma espécie de bacia, sendo que o equipamento deveria ser um conjunto sólido, uma vez que o mesmo teria descido do céu, sofrendo impactos e solavancos.

8)   Se o "Módulo Lunar" aterrissou sob ação de um único jato, que teoricamente deveria reduzir a velocidade de queda (conforme mostrado na foto e conforme alegam os técnicos da NASA), como é que esse equipamento disforme, assimétrico e sem elementos de sustentação se equilibrou durante a descida?
Essa suposta descida contraria frontalmente a 2ª Lei de Newton, segundo a qual um corpo necessita de um referencial inercial de equilíbrio para se sustentar. Além disso, a exemplo dos aviões Harrier, de fabricação Inglesa, assim como os Helicópteros, a manutenção desse referencial inercial de sustentação requer a ação de forças fabulosas, conjugadas com formas simétricas.

9)    Se esse equipamento, de fato, desceu sob o efeito do jato, conforme se alega, como a descarga desse bocal que, naturalmente estaria expelindo gases incandescentes em altíssima temperatura, não queimou nem o tecido nem o papel que compõem o "Módulo"?

10)                      Como explicar o fato de que a ação desse poderoso jato, ao sustentar a descida do Módulo de centenas de quilos, sequer removeu pequenos grãos de areia no solo, imediatamente abaixo do bocal?
Ora, os gases expelidos por um propulsor a jato atingem velocidades de, no mínimo, centenas de quilômetros por hora, capazes de produzir grandes crateras num solo de areia seca. Portanto, não procede a teoria de que esse equipamento tenha descido ali, pois se a superfície da lua é formada por areia absolutamente seca e extremamente fina, conforme afirmam os próprios astronautas, então a ação desse jato teria levantado uma gigantesca nuvem de poeira que atingiria um raio de quilômetros.

11) Como explicar, ainda, que não há qualquer indício de poeira depositada sobre as partes do Módulo?

12)                       Se esse "Módulo" foi transportado da terra até a lua acoplado à nave Apolo 11,então como não aparece na foto nenhum dispositivo de encaixe ou de acoplamento?

Outro fato estranho e nunca explicado é que nenhuma filmagem de qualidade foi realizada pelos astronautas. As únicas imagens que existem dessa missão são gravas por meio da "filmagem de uma tela de TV". Ora, como é que uma missão dessa magnitude teria deixado de ser documentada com qualidade para que as fabulosas imagens fossem  guardadas nos anais da história da humanidade?

Além disso, a foto oficial apresentada pela NASA revela uma nítida montagem fotográfica, por sinal, muito mal feita. Vejam abaixo.





quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

Lendas e Pulhas Virtuais: PURA: O Mar [Segredos do Mar]

Nessa mensagem, que circula há alguns anos pela Internet, o autor lança mão de um tema bastante atrativo e atual: a defesa do meio ambiente. Usando o nome de um suposto Instituto PURA, chegam ao requinte de criar logotipos, no qual se estampa a pomposa frase "Preservação e Utilização Racional da Água" Clique AQUI e veja a íntegra da mensagem.


No entanto, tudo isto não passa de um engodo cujo propósito é estimular o repasse indiscriminado da mensagem, com a finalidade de capturar endereços de e-maisl que, em seguida, após resgatados, são vendidos aos malditos spammers, conforme veremos a seguir:

Além do típico estilo dramático e o apelo para que repassem a todos os seus amigos, que já seriam suficientes para demonstrar que se trata de uma pulha virtual, este texto ainda é caracterizado por erros gramaticais toscos e um nítido desconhecimento de regras e técnicas elementares de redação.
Vejam:

Cmo se não bastasse, esse tal Instituto Pura não existe! No endereço informado (Rua Miguel Tostes, 804, Porto Alegre) funciona a Construtora Mutare - Engenharia Ltda (Clique e veja) e o citado Dr. James Ludwig jamais fez a pesquisa eu o texto menciona.

Portanto, sem qualquer dúvida, esse texto é uma pulha virtual, um hoax, cujo propósito é essencialmente iludir e aliciar pessoas vulneráveis, desinformadas e ingênuas, para que estas propaguem a mensagens indiscriminadamente e, assim, capaturarem endereços de e-mails de terceiros.

Leia mais sobre hoaxes clicando AQUI.

Boato (Hoax): PURA: Preservação e Utilização Racional da Água [Segredos do Mar]

Não Dê Crédito a Esta Mensagem!
Trata-se de um hoax destinado a piratear endereços de e-mail


Segredos do Mar

Quando chega o verão, nós, humanos, nos sentimos atraídos pelo mar.
Multidões se reúnem nas praias buscando um contato com as ondas que nos proporcionam prazer e descanso.
Porém, o caminhar do ser humano deixa sua trilha fatal nas areias da praia.
Milhões de sacolas de nylon e plásticos de todo o tipo são largados na costa, o vento e as marés se encarregam de arrastá-los para o mar.
Uma sacola de nylon pode navegar várias dezenas de anos sem se degradar.
As tartarugas marinhas confundem-nas com as medusas e  as comem, afogando-se na tentativa de engoli-las.


Milhares de golfinhos também morrem afogados...
Eles não têm capacidade para reconhecer os lixos dos humanos,  até porque, "tudo o que flutua no mar se come".
A tampa plástica de uma garrafa, de maior consistência do que a sacola plástica, pode permanecer inalterada, navegando nas águas do mar por mais de um século.

A próxima vez em que Você for à sua praia preferida, talvez encontre na areia
lixo que outra pessoa ali deixou.
Não foi lixo deixado por Você, porém, é SUA PRAIA, é o SEU MAR, é o SEU MUNDO
e Você deve fazer  algo por ele.
Muitos pais jogam com seus filhos o jogo de: "vamos ver quem consegue juntar a maior quantidade de plásticos?"
como forma de uma inesquecível lição de ecologia.
Outros, em silêncio, recolhem um plástico abandonado e levam-no para suas casas, com restos do mar. 

" Não se pode defender o que não se ama, e, não se pode amar o que não se conhece".
Ajude-nos a divulgar essa mensagem.
Repassando para a sua lista de amigos, você estará fazendo um grande favor à Natureza.

Vamos fazer algumas contas para ter idéia da importância de aderir a esta campanha. 
Passei este email para 2000 pessoas                                     =      2.000    
Se cada uma for a praia acompanha por outra e aderir         =      4.000
Se estas 2000 pessoas forem acompanhas a praia 10 vezes  =    40.000
Se você repassar este email para dez pessoas                       =    20.000
Se cada uma for a praia acompanha por outra e aderir         =     40.000
Se estas 40000 pessoas forem acompanhas a praia 10 vezes   =  400.000


quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

Lendas e Pulhas Virtuais: Muito Estranho! [Conspirações Contra o Carro Elétrico]


Circula pela Internet uma mensagem segundo a qual os carros elétricos seriam destruídos e os respectivos projetos seriam descontinuados, tudo isso por força de uma suposta conspiração que defenderia os interesses de "lobbies" de empresas petrolíferas!... (Vejam AQUI o inteiro teor dessa mensagem)

De fato, as discussões sobre projetos de carros elétricos sempre ensejaram certa polêmica. No entanto, no caso específico dessa mensagem, é mera pulha especulativa que tem por objetivo estimular o repasse indiscriminado, com a finalidade de capturar endereços de e-mails de terceiros, que serão vendidos aos malditos spammers. Portanto, assim como todas as demais mensagens caracterizadas por este apelo sensacionalista, esta também não passam de hoax (pulha ou embuste virtual). 

O filme "Who Killed the Electric Car?", de Chris Paine e Jessie Deeter, é um dos fatores que alimentou o imaginário e a fantasia popular sobre supostas conspirações contra os projetos de veículos elétricos. Mas, na verdade, a descontinuidade dos mesmos tiveram razões mais concretas e objetivas, conforem veremos a seguir.

1) O projeto do carro elétrico EV1, da General Motors, por exemplo, foi cancelado por três motivos  (assim como devem ter sido os outros similares):
a)    Custo de Produção, que inviabilizava a comercialização. Os protótipos foram construídos com (altos) subsídio do governo americano.
b)    Inviabilidade tecnológica futura: Estudos de prospecção de cenários futuros revelaram que uma eventual substituição da frota americana por carros elétricos traria um aumento fabuloso na demanda de energia elétrica, provocando enormes altas do preço desse bem e, assim, prejudicando a população, que é altamente dependente desse recurso, podendo chegar a um colapso na produção. A longo prazo esse aumento demanda de energia elétrica acarretaria danos ambientais imprevisíveis, uma vez que nos EEUU a maioria da Eneregia Elétrica é produzida pela queima de óleo combustível ou carvão mineral. Na caso do Brasil, imagine o quiprocó que seria construir outras tantas novas usinas "Belo Monte" para atender a demanda da frota automotiva!...
c)     Inviabilidade Operacional: Um carro elétrico (sobretudo os atuais, mais modernos que o EV1), têm uma autonomia de 80 ou 10okm e leva cerca de dez horas para ser abastecido na tomada elétrica. Naquela época só rodavam 50 km e gastavam cerca de 20 horas para serem abastecidos.

Portanto, como sempre recomendo, não passem adiante este tipo de mensgem.




Para saber mais sobre os hoaxes ou pulhas virtuais, clique nos links abaixo:

1) Matéria Geral sobre Hoax (de Márcio Almeida)

2) Blog da Jornalista Valéria Amoris

3) Alertas e Orientação do Site Quatro Cantos.

Boato (Hoax ou Pulha Virtual): Conspiração Contra o Carro Elétrico.


NÃO DÊ CRÉDITO À ESTA MENSAGEM.
É MERO BOATO SEM FUNDAMENTO.

Certamente que você já sentiu alguns dos efeitos do ar poluído que respiramos em cada dia que passa !!! (especialmente nas grandes cidades)
         Em algumas cidades estrangeiras, como no México e Japão, as emissoras de rádio já alertam:
         Atenção, hoje o nível de poluição é alto,
         Idosos e crianças não devem sair de casa,
         Os que praticam desportos não o devem fazer hoje,
         Os asmáticos devem utilizar botijas portáteis de oxigénio…
         As restantes pessoas devem utilizar máscaras de protecção…
          
         Para resolver esta situação, que começa a ser de calamidade mundial, já existiu uma solução !
         Veja em seguida...!
         Em 1996, as primeiras viaturas eléctricas de  produção em série, os EV1 (Electric Vehicle 1), foram fabricados nos EUA pela General Motors, e circularam pelas estradas da Califórnia.
         Eram viaturas rápidas:
    faziam dos 0 aos 100 km/h,
    em menos de 9 segundos
         E silenciosas !
         Não  produziam nenhum gás de combustão (nem sequer tinham tubo de escape)
         Eram fácilmente recarregáveis com energia eléctrica na garagem de casa.
         Dez anos mais tarde, estes carros do futuro desapareceram completamente!
         Como é isto possível?
         Em primeiro lugar, estas viaturas não podiam ser compradas, mas únicamente alugadas!
         Os contratos de aluguer não foram, pura e simplesmente, renovados.
         A General Motors recuperou todos os EV1, apesar da oposição dos seus utilizadores
    (na T-shirt pode ler-se...Salvem o EV1),
    e depois…
…DESTRUIU…
…TODAS  ESTAS  VIATURAS !!!
         Em 1997, a Nissan apresentou
    o modelo eléctrico Hypermini
no salão de Tokyo.
         O Município da cidade de
    Pasadena (Califórnia - EUA) adoptou esta viatura
    como veiculo profissional para os seus empregados.
Essencialmente era muito apreciado pela sua facilidade de manobra e estacionamento, e ainda pela sua grande operacionalidade em se movimentar dentro da cidade
         Em Agosto de 2006, expirou o contrato de aluguer das referidas viaturas, entre o Município de Pasadena e a Nissan.
         O Município tentou comprar as viaturas mas a Nissan recusou peremptóriamente;
         a Nissan recuperou todas as viaturas para as…DESTRUIR !

         Em 2003, a Toyota decide parar a
      produção do RAV4-EV.
      (EV - veiculo eléctrico)

         Este 4x4 eléctrico, um produto de alto refinamento tecnológico, era muito apreciado pelos utilizadores.

         Em 2005, os contratos de aluguer das viaturas, expiraram.

         A Toyota imediatamente se apressou a recuperar todos estes veículos afim de os… DESTRUIR !
         Mas entretanto, alguns cidadãos americanos começaram a organizar-se:

         A associação “DontCrush” entra em acção para tentar salvar os RAV4‑EV.
         Esta associação fez pressão sobre a Toyota durante 3 meses.
         Finalmente VITÓRIA! A Toyota recuou e autorizou, os que alugaram estes veículos RAV4‑EV, a comprá-los J.
         Curiosamente enquanto que os veículos eléctricos são destruídos em massa, os de combustão são bem protegidos, como se pode avaliar a seguir.
         Em Junho de 2001, Jeffrey Luers, 23 anos, activista americano pela defesa das florestas, teve uma triste experiência.
         Ele foi condenado a 22 anos e 8 meses de prisão por ter queimado 3 Hummer’s (carros americanos, iguais aos do exército que consomem muito combustível).
         Ele quis exprimir através deste gesto a ameaça que representam estes monstros ultra poluidores para o nosso planeta.
Os “lobbies” das grandes companhias petrolíferas não querem que os veículos eléctricos sobrevivam...
...e assim vão fazendo guerras no Médio Oriente por causa do petróleo e matando pessoas em todo mundo com a poluição dos combustíveis !!!

         Conhece o efeito  « Bola de Neve »?
         Enviar a 10 amigos que por sua vez reenviam a outros 10 amigos…e assim esta informação circulará pelo mundo.
         Acção - 1: Se acha esta informação importante faça-a circular!
         Acção - 2: O próximo automóvel que comprar, exija do seu concessionário que quer um carro eléctrico.
         Daqui a alguns meses seremos milhões pessoas a fazer esta pergunta: Porque é que se fabricam e depois destroem as viaturas eléctricas ?
         Você quer respirar ar puro? Passe à acção! Os “Lobbies” não são imbatíveis por mais fortes e enraizados que estejam.
         DIVULGUE  PELOS  SEUS  CONTACTOS !!!
         COMENTE  COM  OS  SEUS  AMIGOS !!!
         SENSIBILIZE  OUTRAS  PESSOAS !!!
         Só assim poderá haver MOBILIZAÇÃO contra os “lobbies” que nos querem destruir e matar com a poluição provocada pelos combustíveis que são a essência da sua opulência.
         LUTEMOS  PELA  NOSSA SOBREVIVÊNCIA !!!